Você esta em: Início » Carreira » Projetos em BIM: O Diferencial para Contratação

Projetos em BIM: O Diferencial para Contratação

um projeto pode resultar em uma redução considerável dos custos totais da obra. Além disso, essa metodologia facilita o entendimento do projeto por todas as partes envolvidas, o que, por sua vez, contribui para um aumento no faturamento e na atração de novos clientes devido à maior eficiência, agilidade.

Não há dúvidas de que os projetos em BIM representam um avanço significativo para o mercado de arquitetura e engenharia. Por meio de uma metodologia inteligente e maior precisão na estimativa de custos, os projetos em BIM não apenas simplificam o processo de construção, mas também exercem um impacto positivo nos custos finais para o cliente.

Portanto, optar por um projeto em BIM pode resultar em uma redução considerável dos custos totais da obra. Além disso, essa metodologia facilita o entendimento do projeto por todas as partes envolvidas, o que, por sua vez, contribui para um aumento no faturamento e na atração de novos clientes devido à maior eficiência, agilidade e precisão na execução dos projetos.

Contudo, apesar dos inúmeros benefícios, encontrar profissionais especializados em projetos BIM pode ser um desafio. Nesse contexto, possuir conhecimento profundo sobre essa metodologia se destaca como um diferencial crucial na hora da contratação. Uma vez que a metodologia BIM é aplicada, torna-se praticamente impensável regressar a métodos anteriores devido à sua eficácia.

Se você está interessado em aprofundar seu entendimento sobre os benefícios dos projetos em BIM, suas principais aplicações e, mais importante, como recrutar especialistas capacitados para integrar a sua equipe, este post é o recurso ideal para você. Aqui, você encontrará todas as respostas que busca!

1. O que são projetos em BIM?

 Essencialmente, os projetos BIM são processos de construção virtual, com a finalidade de prever custos e a antecipar possíveis imprevistos.

A sigla BIM, que se traduz do inglês como Building Information Modeling ou Modelagem da Informação na Construção, em português, define uma abordagem inovadora para os projetos de construção. Essencialmente, os projetos desenvolvidos com BIM são processos de construção virtual, com a finalidade de prever custos e a antecipar possíveis imprevistos.

Por meio de uma representação digital e tridimensional, os projetos em BIM detalham as características físicas e funcionais das edificações. Esta metodologia se destaca por organizar e integrar todas as informações necessárias, não apenas para a execução, mas também para a gestão e ajustes necessários ao longo do projeto.

É crucial entender que o BIM não se refere a um software específico, mas sim a uma metodologia que se apoia em três pilares fundamentais: pessoas, tecnologias e processos. Assim, o BIM se consolida como uma abordagem inteligente, promovendo um trabalho colaborativo e aumentando significativamente a eficiência dos processos envolvidos na construção.

Como surgiu?

A metodologia BIM, uma inovação que revolucionou o setor de construção, teve suas origens na década de 70 nos Estados Unidos. Durante esse período, os profissionais do setor reconheceram a necessidade crítica de uma maior integração das informações devido à complexidade crescente dos projetos. Como resultado a essa demanda, surgiram os primeiros programas digitais, notavelmente o CAD (Computer Aided Design), marcando o início de uma nova era na arquitetura e engenharia.

À medida que avançávamos para as décadas seguintes, o termo BIM começou a ser adotado na forma como o conhecemos atualmente. Essa evolução trouxe consigo a modelagem tridimensional, que se uniu a processos construtivos inteligentes, paramétricos e suportados por um robusto banco de dados, transformando significativamente a maneira como os projetos de construção são planejados, executados e gerenciados.

Histórico no Brasil

No setor brasileiro, o uso de projetos em BIM ganhou força, especialmente após a aprovação de um decreto governamental em 2018 que instituiu a Estratégia Nacional de Disseminação do Building Information Modelling.

Posteriormente, em 2020, um novo decreto determina que a execução direta ou indireta de obras e serviços de engenharia de órgãos e entidades da administração pública federal devem utilizar o BIM. Isso vale para construções novas, reformas, ampliações ou reabilitações.

A implantação ocorre gradualmente, em fases divididas entre 2021 a 2028. O objetivo é fomentar um ambiente adequado para a difusão da metodologia no Brasil. Ou seja, fica clara a importância e a necessidade de encontrar profissionais especialistas em BIM.

No Brasil, há alguns desafios na sua implementação, a começar pela falta de mão de obra e aquisição de softwares. Além disso, é preciso mudar a mentalidade e compreender o uso do BIM de acordo com a finalidade e necessidades dos projetos.

Aproveite e leia também: Guia rápido sobre projetos de engenharia

2. Aplicações do BIM na arquitetura e engenharia

a metodologia conta com uma variedade de utilidades e aplicações. Por isso, seu uso é fundamental para a projeção e execução das obras.

Muito mais que uma ferramenta para modelagem e cumprimento de normas, o BIM conta com uma variedade de utilidades e aplicações nos projetos. Por isso, seu uso é fundamental para a projeção e execução das obras, como podemos exemplificar melhor nas aplicações a seguir:

Construção virtual

Como vimos, o BIM permite visualizar um modelo de construção 3D, ao invés do desenho. Com todos os indicativos presentes é possível fazer o detalhamento da obra, identificando restrições físicas ou de posição, por exemplo, e aumentando o controle de todo o projeto.

Planejamento e orçamento da obra

Entre as funcionalidades do BIM está a possibilidade de inserir dados diversos como especificações de cada material, fabricantes e outros dados e parâmetros úteis para a construção do projeto.
Nesse sentido, é possível gerar quantitativos para definir o planejamento e orçamento da obra. O BIM permite, ainda, testar diferentes materiais e procedimentos para validar o que melhor atende às necessidades do projeto. Isso gera mais precisão e confiabilidade.

Colaboração entre stakeholders

Imagine integrar todas as informações entre projetistas, fornecedores, clientes e demais profissionais envolvidos na construção?

O BIM proporciona exatamente isso com ambientes próprios para gestão de documentos, processos e validação do projeto. Assim como a construção envolve diversos stakeholders, é importante que a comunicação entre eles seja clara e eficiente, de modo a evitar erros e falhas no processo. Assim, a metodologia BIM chega com um facilitador de toda a integração necessária no setor.

Análise de viabilidade e interferências

Outra aplicação do BIM é a análise de viabilidade do projeto e de possíveis interferências. Isso permite, por exemplo, analisar a compatibilidade do projeto arquitetônico com o uso estrutural e evitar erros e problemas que só seriam observados no andamento da construção.

Da mesma forma, é possível observar outras interferências como: Interferências fortes e fracas, interferências entre modelo e as normas, interferências com tempo e movimento.

Manutenção e controle de custos

A criação de um banco de dados facilita a manutenção e o controle de custos. Afinal, é possível obter mais eficiência com a precisão das informações. O BIM oferece uma estimativa de custos em cada etapa do projeto e possibilita visualizar o impacto financeiro de alterações.

Análise de desempenho

O BIM permite a realização de análises de desempenho do edifício, incluindo a simulação térmica, acústica, de iluminação, entre outras, que ajudam a garantir a eficiência energética e o conforto dos usuários.

3. 10 vantagens de projetos em BIM

Observamos que os projetos em BIM contam com diversas aplicações que podem facilitar a rotina de trabalho. Além disso, sabemos que há legislações que reforçam o uso da metodologia. A seguir, confira as principais vantagens de utilizar no seu escritório e buscar profissionais especialistas:

1. Processos automatizados

Uma das vantagens dos projetos em BIM está na automatização de algumas etapas do projeto, como cálculos e atualização do desenho. Com todos os dados integrados no projeto, fica mais fácil ter uma rotina eficiente, dessa forma, também é possível simular diferentes soluções.

2. Melhoria na comunicação

Sabe aqueles conflitos que surgem nas incompatibilidades entre projeto arquitetônico, hidráulico e estruturais? Ou a dificuldade do cliente de entender o projeto? Ou ainda os ruídos de comunicação entre as equipes atuantes? Isso se torna muito menor ao contar a metodologia BIM. Isso porque, a integração das informações e o acesso compartilhado do projeto torna todas as etapas muito mais fluidas e aumenta a colaboração entre toda a equipe.

3. Aumento da produtividade

O fato de haver integração na construção do projeto e na comunicação torna a tomada de decisões mais rápida e assertiva. Então, é possível observar um aumento na produtividade, impactando o cronograma das atividades.

4. Visão completa do projeto

Antes, a fragmentação do projeto, os diferentes documentos e acessos necessários tornava difícil o acompanhamento dos processos. Com o BIM, todos os profissionais podem ter uma visão completa do projeto. É possível fazer um sequenciamento de cada etapa com os passos necessários a partir da criação de submodelos. Além disso, o BIM permite a inclusão de animações que facilitam a coordenação de cada processo.

5. Maior previsibilidade

Tanto em relação aos prazos quanto aos custos, o BIM proporciona maior previsibilidade no projeto, com previsões mais realistas e minuciosas. A possibilidade de fazer simulações ajuda a definir o caminho mais viável, assim como, visualizar os impactos em todo o ciclo da obra.

6. Redução de custos da obra

Segundo a ABDI, há uma estimativa de redução de 9,7% dos custos totais de uma obra com a utilização do BIM. No que diz respeito aos insumos, a redução chega a 20%. Isso porque a ferramenta permite prever e corrigir erros ainda no projeto.

7. Menos ajustes e revisões

Os modelos em 3D permitem que os clientes entendam melhor o projeto, evitando, assim, revisões posteriores ou visitas para tirar dúvidas. Nesse caso, a integração dos dados mais uma vez se apresenta como uma vantagem significativa, facilitando as revisões necessárias.

8. Eficiência no canteiro de obras

Embora o setor de construção civil seja um dos que mais revista a digitalização, o BIM chega como uma possibilidade de mudar esse cenário. Com atualização em tempo real e acesso compartilhado do projeto, os processos se tornam mais eficientes, aumentando a segurança e reduzindo o retrabalho. Outro ponto positivo do BIM é a compatibilidade com outros sistemas e softwares. Assim, o canteiro de obras pode apostar em tecnologias como sistema de escaneamento de solo ou drones, por exemplo, e conectá-los ao BIM.

9. Projetos mais sustentáveis

Não dá para pensar na construção civil sem considerar a sustentabilidade. Para colocar as ações em prática, é preciso um sistema como BIM para colaborar com análises e simulações que permitam escolhas mais sustentáveis.

10. Ampliação da qualidade

Por aumentar a confiabilidade na estimativa de custos e no cumprimento dos prazos, os projetos em BIM têm uma qualidade de entrega elevada, com redução de erros e realização de análises diversas. Além disso, o BIM pode ser utilizado em todo o ciclo da construção, desde a concepção até a demolição ou reuso. As informações acumuladas ao longo do tempo permitem melhores decisões a respeito da manutenção das edificações.

Leia também: https://blog.bilds.com/o-futuro-do-bim-na-construcao-civil/

4. O que é um especialista BIM?

Um especialista BIM possui conhecimentos e habilidades específicas para trabalhar com esse processo.

Um especialista BIM possui conhecimentos e habilidades específicas para trabalhar com esse processo. Até aqui, você já deve ter percebido que projetos em BIM exigem muito mais do que apenas um software.

É preciso ter conhecimento sobre o processo, entender quais as necessidades do projeto e assim tirar o máximo proveito da metodologia e todas as vantagens que conhecemos acima. O gerenciamento de projetos em BIM não é tarefa fácil e deve ser feito por um profissional competente.

Entre os diferentes profissionais atuantes em BIM, podemos citar:

  • Modelador BIM;
  • Analista BIM;
  • Consultor BIM;
  • Pesquisador BIM;
  • Gerente BIM;
  • Coordenador BIM;
  • Gerente de projeto.

A seguir, conheça mais sobre o papel de três figuras centrais: o gerente, o coordenador e o especialista BIM. Assista também:

YouTube video

Gerente BIM ou BIM Manager

É o profissional responsável por criar, gerenciar e atualizar cada fase de criação do modelo BIM. Atua diretamente com os outros dois profissionais, porém, tem autonomia para tomar decisões.

Seu papel consiste em gerenciar todos os profissionais envolvidos e as interferências entre as diferentes disciplinas (arquitetura, estrutura e instalações). Embora não precise conhecer a fundo os softwares BIM, é imprescindível que os conheça o suficiente para atuar nos processos e escolher as ferramentas.

Entre suas principais funções estão:
  • Gerenciamento de projetos BIM: responsável por gerenciar a implementação do BIM em um projeto específico, deve garantir que a equipe esteja usando a metodologia BIM corretamente, definir os padrões e protocolos do projeto e garantir que todos os membros da equipe estejam trabalhando em harmonia.
  • Desenvolvimento de modelos BIM: trabalha em conjunto com a equipe de BIM para criar modelos 3D detalhados de um projeto de construção, incorporando informações de todas as disciplinas envolvidas. Também deve garantir que o modelo seja atualizado regularmente e que as informações sejam precisas e confiáveis.
  • Coordenação e colaboração: responsável por garantir a coordenação e colaboração entre as diferentes equipes que trabalham no projeto, deve garantir que as informações estejam sendo compartilhadas e colaborar com a equipe de construção para garantir que o modelo BIM atenda às necessidades do projeto.
  • Treinamento e suporte: deve fornecer treinamento e suporte à equipe de construção para garantir que eles estejam confortáveis com o uso da metodologia BIM, além de garantir que o software BIM seja usado e que as informações sejam compartilhadas corretamente.
  • Garantia de qualidade: também é responsável por garantir a qualidade do modelo BIM e das informações contidas nele. Ou seja, que o modelo seja preciso e que todas as informações sejam atualizadas regularmente. Também deve garantir que o modelo atenda a todos os padrões e regulamentos do setor.
Coordenador BIM ou BIM Coordinator

O BIM Coordinator é, primeiramente, a pessoa responsável pelo fluxo de informações de cada projeto de construção. Seu papel é garantir a eficiência dos processos digitalizados, em especial, verificar a precisão e consistência do modelo BIM.

No que diz respeito às tecnologias, é um profissional que precisa, além disso, conhecer os softwares que auxiliam o BIM Manager além daqueles necessários para colaboração, verificação e coordenação de atividades.

Entre suas principais funções estão:

  • Coordenação e integração: o BIM Coordinator é responsável pela coordenação e integração de todas as informações do modelo BIM de diferentes disciplinas, garantindo que as informações estejam corretas e precisas.
  • Verificação de conflitos: responsável por verificar conflitos entre diferentes disciplinas no modelo BIM, usa softwares BIM específicos para analisar e identificar conflitos em potencial, para que sejam resolvidos antes da construção. Dessa forma, é possível economizar tempo e reduzir erros durante a construção.
  • Comunicação: coordena a comunicação com as diferentes equipes envolvidas no projeto de construção, garantindo que todas as informações estejam sendo compartilhadas corretamente e que todas as disciplinas envolvidas estejam trabalhando em conjunto.
  • Gerenciamento de documentação: responsável pelo gerenciamento da documentação relacionada ao modelo BIM, ou seja, deve assegurar que todas as informações estejam organizadas e documentadas corretamente, facilitando o acesso a informações específicas do modelo BIM.
Especialista BIM ou BIM Specialist

Por fim, o especialista BIM é quem cuida da modelagem de arquitetura, estruturas e instalações com habilidades disciplinares que conversam com as do projetista. Em muitos casos, também pode atuar com o próprio projetista.

Suas tarefas envolvem a verificação preliminar do modelo, auxiliando no Plano de Execução BIM. É justamente o profissional que deve ter o conhecimento mais avançado dos programas autorias BIM, afinal, é quem mais recorre a eles.

Entre suas principais funções estão:

  • Desenvolvimento de modelos BIM: O BIM Specialist é responsável pelo desenvolvimento de modelos BIM. Ele usa softwares BIM para criar e desenvolver modelos BIM precisos.
  • Verificação de qualidade: responsável pela verificação da qualidade do modelo BIM, garantindo que todas as informações estejam corretas e precisas. Também deve assegurar que todas as disciplinas envolvidas no projeto estejam seguindo os padrões e regulamentos adequados.

Ainda que exista a divisão dos profissionais, é possível que uma mesma pessoa atue como gerente, coordenador e especialista BIM e  projetos diferentes. Outra possibilidade é contratar um consultor BIM que irá auxiliar a sua empresa nas necessidades específicas.

Contudo, o conhecimento e a experiência com o modelo BIM deve ser analisado na hora de contratar alguém, como veremos melhor adiante. Se você chegou até aqui, em seguida apresentaremos uma forma fácil e prática de achar os profissionais certos.

5. Por que contar com um especialista em BIM é importante para seu escritório de engenharia e arquitetura?

A utilização do BIM em projetos de construção civil torna inevitável a necessidade de contratar profissionais especialistas que possam auxiliar no gerenciamento de cada projeto. Isso porque são os conhecimentos e habilidades técnicas que irão potencializar a eficiência do modelo.

Além disso, os especialistas podem ajudar sua equipe a implementar de forma eficiente o modelo BIM, garantindo que haja produtividade e qualidade em todas as etapas do projeto. O especialista BIM é um profissional valioso para empresas que desejam se manter competitivas.

Antes de contratar um especialista em BIM, é importante avaliar algumas características e habilidades que são essenciais para garantir que você esteja contratando a pessoa certa para o trabalho.

Aqui estão alguns itens a serem avaliados:

Experiência em projetos de BIM

Verifique a experiência do especialista em BIM em projetos anteriores. Além disso, peça referências e verifique a qualidade de seu trabalho. Avalie sua capacidade de gerenciar um projeto BIM do início ao fim, desde a modelagem 3D até a coordenação entre as disciplinas envolvidas.

Conhecimento técnico

Avalie o nível de conhecimento técnico do especialista em BIM em relação aos softwares de BIM, padrões e protocolos. Além disso, certifique-se de que ele está atualizado com as mais recentes tendências e tecnologias em BIM.

Habilidades de comunicação e colaboração

O especialista em BIM deve ser capaz de se comunicar efetivamente com todas as equipes envolvidas em um projeto, incluindo arquitetos, engenheiros e construtores. Além disso, ele deve ser capaz de trabalhar bem em equipe e liderar a coordenação de todos os projetos em BIM.

Habilidade analítica

Outro fator importante são as habilidades analíticas e de resolução de problemas para identificar problemas em projetos de BIM, bem como ser capaz de fornecer soluções eficazes para eles.

Capacidade de treinamento e orientação

Certifique-se de que o especialista em BIM seja capaz de fornecer treinamento e orientação para sua equipe, a fim de melhorar suas habilidades em BIM e garantir que eles estejam usando a metodologia BIM de forma eficiente.

Conhecimento sobre a indústria da construção

Por fim, o especialista em BIM deve ter conhecimento sobre a indústria da construção, suas regulamentações e normas, para que possa aplicar corretamente os conceitos de BIM a projetos específicos.

Ao avaliar essas características, você poderá, portanto, contratar um especialista em BIM que seja capaz de fornecer soluções personalizadas para suas necessidades e garantir que seu projeto seja um sucesso.

6. Como encontrar especialistas de projetos em BIM?

Agora que você está ciente dos critérios para selecionar especialistas BIM, surge a questão: onde encontrá-los? Primeiramente, uma estratégia eficaz é solicitar indicações, realizar pesquisas online em plataformas profissionais como o LinkedIn, ou, ainda melhor, utilizar um portal dedicado exclusivamente a essa finalidade: a Bilds!

A Bilds se destaca por oferecer a mais ampla base de portfólios de profissionais da construção civil de todo o Brasil, facilitando a busca pelo especialista ideal para o seu projeto. Em suma, a plataforma permite que você refine sua pesquisa com base em critérios específicos, tais como disciplina, tags, área de atuação, país, estado e cidade.

Conheça alguns especialistas em BIM que estão na Bilds.

seu objetivo é contratar um gerente BIM ou um profissional com expertise para integrar sua equipe de projetos, a Bilds torna esse processo significativamente mais ágil e direto.

Portanto, se o seu objetivo é contratar um gerente BIM ou um profissional com expertise em BIM para integrar sua equipe de projetos, a Bilds torna esse processo significativamente mais ágil e direto.

Por meio da plataforma da Bilds, é possível acessar de maneira prática e transparente o portfólio de cada profissional, incluindo suas habilidades, domínio de ferramentas e principais projetos executados. Além disso, a plataforma oferece a possibilidade de interação direta com os profissionais, permitindo esclarecer dúvidas ou conhecer melhor suas competências.

Tudo isso em um ambiente especializado e seguro, eliminando as dificuldades comuns na busca por um especialista BIM. Para explorar essa ferramenta e iniciar sua pesquisa, basta acessar o site e realizar o seu cadastro. Portanto, Registre-se! agora e encontre o profissional que você precisa!